A única certeza que eu tenho é que VAI MUDAR!

Fala GP, tudo bem?

Sempre que finalizo o planejamento de um projeto, pego a aprovação com o patrocinador, salvo a linha de base e estou pronta para iniciar a “brincadeira” eu fico com uma sensação maravilhosa, aquela sensação de que dessa vez vai ser diferente, que tudo dará certo, que meu plano vai ser 100% cumprido e que as emoções ficarão sob controle do começo ao fim do projeto.

Você já se sentiu assim? Eu sou uma otimista nata, então sinto isso a cada novo projeto rs! Acho que é essa sensação que me faz continuar nessa vida de GP rs.

Masssssssssss, quando deixo o lado “romântico” e “poético” um pouco de lado e encaro a dura realidade do dia-a-dia de um projeto a única certeza de que tenho é de que as coisas irão mudar!

Ai você deve estar se perguntando: “poxa Jacque, mas você monta um plano pensando que ele vai mudar? Como assim? Isso não faz sentido”, realmente olhando racionalmente não faz nenhum sentido.

Por que investir tempo planejando se meu plano vai mudar? Então veja bem, por mais que a gente se esforce e invista tempo em elaborar um plano bem robusto, o projeto é vivo e mudanças ocorrerão.

Podem ser mudanças pequenas, mas elas ocorrerão! Na verdade, quanto melhor for o seu plano, menores serão as mudanças.

Tão importante quanto tentar elaborar um plano de projetos a prova de mudanças é definir a postura que você, GP de Pegada, terá quando ela surgir. Para isso tenho 4 dicas bem bacanas para lhe direcionar:

  • Influencie: todo e qualquer GP precisa influenciar todo o “universo” para que as mudanças não ocorram. Estimule os stakeholders a pensar fora da caixa, desafie o solicitante para garantir que realmente a mudança é necessária.
    Quando falei “desafie” é no sentido construtivo, discuta a necessidade, use todos os seus argumentos e tente negociar para que ela não ocorra.
    Ocorrendo….
  • Avalie o impacto: já que não conseguiu negociar com seu stakeholder, avalie o impacto que a mudança pode causar no projeto. Avalie sob os aspectos de prazo, custo, escopo e qualidade.
    Avalie com muito critério e…
  • Documente: formalize a solicitação de mudança, quando, quem, por que, como, quanto vai custar e demorar para sua implantação.
    Não precisa criar um mega documento complexo para gerenciar as mudanças, basta um formulário bem simples para garantir que o histórico não seja perdido.
    Depois de documentado…
  • Aprove: busque uma aprovação formal da mudança, não encare como aprovação uma solicitação feita em um corredor, almoço ou café.
    Principalmente, se envolver alteração de custo ou prazo, busque uma aprovação formal.

Como decidi que agora eu mato a cobra e mostro o pau (esse ditado é politicamente e ecologicamente incorreto, mas é apenas uma conotação, ok?), além de demonstrar a importância de se gerenciar as mudanças eu coloquei na nossa área de templates uma planilha bemmmmmmmmm legal que vai lhe ajudar na gestão das mudanças de seus projetos.

Clique aqui e confira o Template para Controle de Mudanças em seus projetos, aproveite sem moderação!

Um forte abraço!

#projetoTransforma #meuProjetoMinhaVida #gpDePegada #projetizando #doOutroLadoDaMesa

4 Comentários

  1. Rivaldo Guedes Corrêa Jr dezembro 1, 2015 Reply
    • Jacqueline Torres dezembro 3, 2015 Reply
  2. Fabrício Cavalcante janeiro 6, 2016 Reply
    • Jacque Torres fevereiro 5, 2016 Reply

Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *