Respeite meus cabelos grisalhos, que respeito sua energia e ansiedade!

GrisalhosE ai pessoal, tudo bem com vocês?

É sabido que o ponto mais crítico para todo e qualquer projeto é o relacionamento entre todos os stakeholders do projeto, principalmente quando temos gerações diferentes na equipe do projeto.

Não é nada fácil lidar com o choque cultural entre as gerações X, Y e agora a Z em um ambiente de alta pressão. Eu sou de uma geração que está bem no limite entre a X e a Y e muitas vezes acho que tenho aspectos positivos e negativos das duas… esse é o ônus ou o bônus de ter nascido no limite entre as duas rs.

Mas, como fazer para que a ansiedade e energia das novas gerações não gere grande conflito com a experiência, vivência e até os cabelos grisalhos que tem tanto a contribuir com os projetos?

Alinhar essas gerações, extrair o que elas têm de melhor e fazer com que elas trabalhem como um time de verdade é um verdadeiro desafio que muitas vezes é bastante cansativo e desgastante!

E o que fazer para tentar diminuir os conflitos?

Quando o assunto é “Pessoas” não existe Regra de Ouro e nem receita de sucesso, é necessária uma avaliação do perfil de cada um dos membros e estabelecer um plano de ação de acordo com o cenário do projeto. Porém, existem algumas dicas que podem lhe ajudar na diminuição dos conflitos:

  • Use e abuse da gestão participativa;

  • Pratique a gestão por objetivos, meça esporadicamente o alcance dos objetivos e exponha os resultados aos envolvidos;

  • Quando necessário use o “peso do seu crachá”, pois democracia tem limites e as vezes é necessário impor algumas decisões mesmo que isso gere um desconforto momentâneo na equipe;

  • Estimule as discussões na equipe, brainstorming e sessões lições aprendidas para troca de experiência;

  • Promova ações de integração extra-projeto, happy hour, caminhadas e atividades ao ar livre. Essas ações são muito importantes e aumentam demais a sinergia da equipe, pois ambiente de projeto nem sempre é amistoso;

  • Pratique todos os dias a tolerância e desenvolva em sua equipe essa atitude, pois com tolerância e respeito fica muito mais fácil conviver com os problemas que surgirão ao longo do projeto;

  • Deixe claro para todos que mesmo elaborando um ótimo planejamento, sempre terão os 10%, 20% que descobriremos durante a jornada do projeto, isso é normal, porque elaborar um planejamento é exercitar a futurologia;

Além de tudo isso peça paciência a Deus todo santo dia, pois terão dias que se Ele lhe der força, pode ter certeza que a vontade será jogar tudo para cima e sair correndo para não cometer uma loucura rs.

Não faça isso em hipótese alguma, pois você é o último recurso que deve perder a cabeça, honre seus cabelos grisalhos e/ou toda a sua energia acumulada…

Nesses casos respire fundo, conte até 10, aproveite essa longa, difícil e arriscada jornada de gerenciar um projeto, e acima de tudo seja muito feliz que com muito trabalho, fé, coragem e muita perseverança os resultados aparecerão!

Um ótimo dia para vocês!

Jacqueline Torres

Jacque Torres, PMP

Executiva de projetos e especialista em ferramentas de Gestão de Projetos e Portfólio.