Projeto Rio 2017 – Prevenir é Sempre mais Fácil do que Remediar

Falaaaaaaaaaaaaaaaaaa GP, tudo bem?

Acredito muito que os ditados populares não foram criados por acaso, eles são sempre carregados de muitas lições aprendidas e sabedoria.

Existem vários ditados populares que podem ser aplicados a projeto, mas hoje quero falar um pouco sobre prevenção, porque prevenir é sempre melhor do que remediar, não é mesmo?

Durante a execução de um projeto muitas vezes precisamos aplicar ações preventivas ou corretivas para a garantia dos resultados. Para contextualizar:

  • Ações corretivas: são ações que devem ser incluídas no plano do projeto para corrigir a rota traçada, normalmente são utilizadas após a ocorrência do problema. Para ações corretivas o GP sempre agirá reativamente quando o problema ocorrer.
  • Ações preventivas: são ações que são planejadas para que uma tendência de desvio, risco ou mudança não gerem impacto no plano traçado para o projeto. Quando são usadas ações preventivas o GP sempre está agindo de forma proativa.

É sabido que é sempre menos traumático aplicar ações preventivas, pois nos antecipamos ao problema e conseguimos ser mais pontuais e a garantia dos resultados fica mais fácil.

Para que possamos agir preventivamente é necessário muito mais do que uma bola de cristal rs…

A cada ponto de controle, deve ser efetuado um exercício de futurologia, onde:

  • Você deve comparar o resultado planejado versus realizado;
  • Você deve avaliar os riscos que foram identificados para se certificar que eles não ocorrerão nos próximos períodos;
  • Você deve sempre estar atento ao ambiente em que está inserido para que tenha a sensibilidade se alguma variável do ambiente pode impactar nos resultados do seu projeto;

Se o controle é efetuado semanalmente, essa análise fica muito mais simples, rápida e confiável e essa aproximação com o projeto pode lhe tornar muito mais ágil na aplicação de ações preventivas.

Se eu olhar o meu projeto do Rio 2017, durante a última semana comecei a sentir um leve desconforto nos joelhos durante e após os treinos. Durante dois treinos eu continuei sentindo o desconforto e para evitar problemas resolvi agir preventivamente.

Para evitar problemas com a musculatura ou articulações, decidi incluir um treino de musculação na semana para fortalecimento das pernas. Para a inclusão dessa ação preventiva eu segui o seguinte procedimento:

  • Inclui uma atividade em todas as minhas entregas já planejadas;
  • Fiz um replanemento de cada uma das entregas, mas não alterei a data da planejada (linha de base) para essa entrega;
    cronograma ms project
  • Salvei a linha de base dessa atividade incluída, mas não sobrepus a linha de base da atividade “pai”;
    cronograma ms project

Efetuar pequenos ajustes de rota garante a saúde física e financeira do projeto, é preciso ser flexível o suficiente para entender que esses pequenos ajustes devem ser planejados, monitorados e aceitáveis, caso você não encare essas ações com naturalidade sofrerá muito para alcançar os resultados e durante toda a execução do projeto.

Se você está curioso para saber como anda o projeto Rio 2017, dá uma olhadinha no One Page do Projeto. Estou curtindo, vibrando muito a cada vitória mesmo com pequenos desvios de rota e necessidade de aplicação de ações preventivas.

Confira como anda meu projeto:

Mantenha-se bem atento durante a execução, curta cada vitória da jornada e ARRASE nos seus projetos.

 

Um forte abraço!

#projetoTransforma #projetizando #equipeProjetizando #projetizandoNoRio2017 #gpDePegada #meuProjetoMinhaVida

Uma resposta.

  1. Vanessa Esperidião dezembro 23, 2016 Reply

Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *