PMP, ser ou não ser? Eis a questão!

E ai GP, tudo bem com você?

Hoje meu post é meio reflexivo, quase filosófico eu diria, mas que muitos amigos, alunos e gerentes de projetos ou aspirantes a gerentes sempre me questionam.
Qual a vantagem de se tornar um profissional certificado?

Nas minhas inúmeras andanças percebo que o título “gerente de projetos” muitas vezes é banalizados nas empresas, as vezes até prostituído.
Em muitas empresas o alto escalão acredita que qualquer pessoa pode gerenciar um projeto, que basta fazer um cronograma no Excel e que tudo estará resolvido.

No final aquele projeto que não era tão complexo acaba virando um problema enorme para a empresa como um todo.

Abaixo uma avaliação do Chaos Report de 2012 sobre o status dos projetos em seu término, vejam como é absurdamente baixa a taxa de sucesso dos projetos.

001

Porém, a culpa é do GP?

Sim, uma coisa que aprendi ao longo desses quinze anos é que o ônus de um erro no projeto é quase que 100% do GP e o bônus deve ser dividido entre todos da equipe, afinal um bom GP deve ser um bom líder e reconhecer o trabalho de sua equipe é o mínimo.

OK, ok, mas qual a relação da certificação PMP com esse cenário caótico?

Como qualquer outro selo de qualidade, o profissional que possui uma certificação atesta que ele conhece as boas práticas e que possivelmente os resultados de seus projetos se enquadrem mais na barra verde do gráfico.

É claro que existem profissionais certificados que não honram sua certificação obtida com muita transpiração, mas felizmente, essa é a grande minoria.

A cada dia que passa a certificação PMP tem sido mais exigida dos profissionais, daqui alguns anos acredito que ela se tornará um pré-requisito para qualquer gerente de projetos e os benefícios de sua obtenção são tanto para a empresa que contrata quanto para o profissional.

Na minha visão, um profissional certificado se diferencia dos demais em 3 pontos:

1. A certificação abre portas:

Certamente um profissional certificado tem suas portas abertas com mais facilidade nas empresas e nos processos seletivos que ele participar.
Cerca de 81% dos gestores preferem contratar profissionais certificados, dessa forma o ter ou não ter a certificação poderá ser usado como um filtro para os processos seletivos.

É claro que a manutenção da porta aberta dependerá do desempenho do profissional, o dia-a-dia e sua postura em cada projeto é que determinará a manutenção dessas portas abertas.

Na minha empresa a certificação PMP não é mais um diferencial, todos os nossos gestores de projeto obrigatoriamente devem ser PMP’s.

2. Imagem:

É muito satisfatório ser reconhecido como um profissional de qualidade e ter o título de PMP lhe traz esse reconhecimento, afinal de contas você foi submetido a um processo longo de estudo e uma prova bem criteriosa para poder usar o tão sonhado sufixo “PMP”.

Pode parecer bobagem, mas não é.

Se você faz parte de um grupo de PMP’s e ainda não é certificado, a partir do momento da certificação passará a ser mais respeitado pelo grupo; por outro lado, se na sua empresa não existe um profissional PMP, você passará a ser mais admirado e certamente se tornará uma referência na empresa.

Carinho e reconhecimento, todo profissional merece!

3. Financeiro:

Não é só de carinho e reconhecimento que vive um GP, ele precisa também prover o leitinho das crianças rs.

Em média um profissional certificado pode ganhar até 10 mil dólares / ano a mais do que um profissional não certificado.

Um bom dinheirinho não é mesmo?

Se fizermos uma continha bem boba de todo o investimento de tempo, curso, prova de certificação o ROI desse projeto é muito menor do que 1 ano.

Sou certificada desde 2004 e não me arrependo nem um minuto do investimento de tempo e dinheiro que eu fiz, dos passeios que tive que abrir mão, das noites em claro estudando a maldita arquitetura ITO.

Então, eu te pergunto:
O que te impede de fazer parte desse time?

Onde está sua maior dificuldade em se tornar um profissional PMP?
Falta de tempo?
Falta de experiência comprovada?
Falta de dinheiro para os cursos e materiais de apoio?

Pense nisso, busque se diferenciar sempre e seja feliz!